Segunda-feira, 8 de Março de 2010

1 - Nº de visitantes em Fevereiro de 2010. Comparar com o valor de Fevereiro de 2009. Há diferença?

  

(clicar na imagem para aumentar)

Quando comparamos fev/2009 com fev/2010 vimos que o volume de visitas ao site do Dep.  de Física da UA cresceu 34,6%, de 1789, para 2408 visitas.

 

2 - Nº de visitantes em 2009. Comparar com o valores de 2007 e 2008. Há diferença?

 

 

 

 

No gráfico ao lado, podemos ver a evolução do n.º de visitantes, bem como do n.º de visitas do site do De. de Fisica no último triénio (2007-2009).

 (clicar nas imagens para aumentar)

 

 

 

3 - Os meus visitantes são todos de Portugal? Se não, qual o segundo país com maior taxa de proveniência?

 

(clicar na imagen para aumentar)

Como se pode ver, grande parte das visitas (85%) vem de Portugal, como segundo país temos o Brasil com (8%), estando os restantes 7% distribuidos por todo o Globo.

 

4 - Indique o top das cinco páginas mais visitadas em dois semestres diferentes. Há diferença? Consegue apontar algumas razões para estas eventuais variações?

Existem algumas diferenças, mas não são significativas. A página mais visitada, é sem dúvida a "mainpage" do site do Departamento.

 

5 - O que traz visitantes para o meu site? indique as três principais fontes de referência e as cinco principais palavras chave.

  

Como podemos ver 44% do tráfego do Site vem do Google, sendo que 30% das visitas vem de acessos directos. A palavra-chave mais utulizada para dar acesso ao Portal é "UA".

 

Se necessitar de um relatório mais completo, pode solicitá-lo por email para: Gonçalo Ramalho

copyright® Gonçalo Ramalho

 

 




Top 5 (01/01/2009 a 30/06/2009)


 


 

Páginas                                Visualizações de páginas

/default.aspx                                      53 824


/doc/default.aspx                              30 097


/PageImage.aspx?id=8090              9 403


/PageImage.aspx?id=8485              8 135

/bibonline/endnote.asp                     7 397


 


Top 5 (01/01/2009 a 30/06/2009)


 


 

Páginas                                 Visualizações de páginas 

/default.aspx                                         47 130

/doc/default.aspx                                  29 784

/PageImage.aspx?id=8485                10 498

/PageImage.aspx?id=8090                  9 058

/doc/PageImage.aspx?id=3929           5 309

 


 


As diferenças são insignificativas e tornam-se irrelevantes.


 



 


 


As palavras mais usadas para chegar até nós segundo o google analytics serão...


 


 


ua  2 496
biblioteca ua  2 037 
universidade de aveiro  1 576
artigos cientificos  1 466
doc ua  759

 


 Cecilia e Nuno


 


Arquivado em:


Nº de visitantes, no site dos Serviços Académicos da UA


Fevereiro de 2010 - 18.650 visitas, sendo que no mesmo período do ano 2009 este foi visitado por 23. 410 pessoas. Assim, em 2010 houve um decréscimo de cerca de 20% em relação ao ano 2009.


 


319.587 Visitas (2009)


Anterior (2008):  309.223 (+3,35%)


696.957 Exibições de página


Anterior: 792.286 (-12,03%)


131.046 Número absoluto de visitantes únicos


Anterior: 119.142 (+9,99%)


696.957 Exibições de página


Anterior: 792.286 (-12,03%)


2,18 Média de exibições de página


Anterior: 2,56 (-14,88%)


00:02:15 Tempo no site


Anterior: 00:02:15 (+0,33%)


60,54% Taxa de rejeições


Anterior: 56,23% (+7,68%)


38,69% Novas visitas


Anterior: 36,06% (+7,29%)


 


 


319.587 Visitas (2009)


Anterior (2007): 314.654 (+1,57%)


131.046 Número absoluto de visitantes únicos


Anterior: 120.757 (+8,52%)


696.957 Exibições de página


Anterior: 1.150.712 (-39,43%)


2,18 Média de exibições de página


Anterior: 3,66 (-40,37%)


00:02:15 Tempo no site


Anterior: 00:03:01 (-25,28%)


60,54% Taxa de rejeições


Anterior: 41,44% (+46,10%)


38,69% Novas visitas


Anterior: 38,30% (+1,03%)


 


A maior parte das visitas são feitas em Portugal, sendo que o Brasil é o segundo país com maior taxa de proveniência.


As páginas mais visitadas relativamente aos anos 2009 e 2008 no mesmo período são: candidaturas especiais; cursos de especialização tecnológica; calendário escolar - formação inicial; cursos de formação especializada 2009 e propinas. O que traz visitantes para o meu site é o facto de este disponibilizar toda a informação necessária àqueles que querem vir estudar ou complementar os seus estudos para na UA.


 


Arquivado em:


 

1 -  Nº de visitas em Fevereiro de 2010. Comparar com o valor de Fevereiro de 2009. Há diferença?
Em Fevereiro de 2010, o site da Unave recebeu 4697 visitas, contra as 6566 para o mesmo mês de 2009. Assim,  verificou-se um decréscimo relativo ao número de visitas.

 

Distribuição em Fevereiro de 2009:

Distribuição em Fevereiro de 2010:

 

 

2 - Nº de visitantes em 2009. Comparar com o valores de 2007 e 2008. Há diferença?
 Analisando os valores relativos a estes três anos, constata-se que tem havido um crescimento  relativamente ao número de visitantes únicos. Em 2007 houve 21120, em 2008 foram 28144 e em 2009 37539. 

 



 3 - Os meus visitantes são todos de Portugal? Se não, qual o segundo país com maior taxa de proveniência?
Apesar da maioria dos visitantes ter em origem em Portugal, o Brasil é o segundo país que mais procura o site da Unave.

 


 

4 - Indique o top das cinco páginas mais visitadas em dois semestres diferentes. Há diferença? Consegue apontar algumas razões para estas eventuais variações?

   

1º Semestre de 2009:

 

 

2ª Semestre de 2009 

 

 

 

As diferenças existentes não são muito significativas, existindo apenas uma substituição ao nível da 4ª página.

 

5 - indique as três principais fontes de referência e as cinco principais palavras chave:

  

Para o ano de 2009:

 

As três principais fontes de referência:
Google;

Próprio site;

www2.unave.ua.pt

 


As cinco principais palavras-chave: 

Unave;

Formação em arquitectura bioclimática;
Formação aveiro;

unave ua;

Curso de coordenaçao de segurança aveiro.

 




A página do Departamento de Didáctica e Tecnologia Educativa da Universidade de Aveiro registou 1533 visitas no mês de Fevereiro de 2010. Esse valor representa um acréscimo de 5,51%, comparativamente ao mesmo mês de 2009 (1453 visitas).

 

Quanto à evolução anual nos últimos 3 anos, verificaram-se 26048 visitas em 2007, 24143 em 2008 (-7,31%) e 20822 em 2009 (-20,06% que em 2007 e -13,76% que em 2008).

 

Foram os portugueses quem mais visitou a página do DDTE no ano de 2009 (19571), seguidos pelos brasileiros (507). Nas primeiras 9 semanas de 2010, já visitaram a página do DDTE 17,9% e 11,2%, respectivamente, do n.º de portugueses e de brasileiros que a visitaram em 2009.

 

LB


Arquivado em: , ,


 

Análise estatística do site da Unave

  

 Pergunta 1 

 

 Nº de visitas

Fevereiro de 2010 - 4.697

 Fevereiro de 2009 - 6.566

    

Há uma diferença de menos 1.869 visitas.

    

Pergunta 2

  

Nº de visitantes

 Ano de 2009 - 37.539

Ano de 2008 - 28.144
Ano de 2007 - 21.120

 

Há um aumento total de 2007 para 2009 de 16.419 visitantes.

 

De 2007 para 2008 um aumento de 7.024

De 2008 para 2009 um aumento de 9.395

  

Pergunta 3

Os meu visitantes também são de outros países. O 2º país com maior taxa de proveniência é o Brasil.

  

 Pergunta 4

 

Top das 5 páginas mais visitadas:

1º Semestre de 2009

 

  /default.aspx - 19.189     14,51%
/PageText.aspx?id=8425 - 10.228     7,74%
/PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA - 5.594     4,23%
/PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA - 4.759     3,60%
/PageText.aspx?id=7438 - 4.686     3,54%

 
2º Semestre de 2009
/default.aspx        13.912     14,95%
/PageText.aspx?id=8425    5.987     6,43%
/PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA    4.289     4,61%
/unave/default.aspx    4.167     4,48%
/PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA    3.245     3,49%
 
Pergunta 5

As 3 principais fontes de referência:

 

google  (organic)    1.898     39,82%

(direct) ((none))    1.563     32,79%
uaonline.ua.pt (referral)    559     11,73%

As 5 principais palavras chave


unave        525     26,88%
facebook unave    55     2,82%
unave ua        50     2,56%
formação aveiro    30     1,54%
formação profissional    27     1,38%
 


Arquivado em:


No site www.dao.ua.pt houve 785 visitantes em Fevereiro de 2010 enquanto que para o mesmo mês do ano anterior houve 668 visitantes.


O número de visitantes em 2009 foram 7114, em 2008 foram 7101 e em 2007 foram 10307.


A seguir a Portugal, o segundo País com mais visitantes ao site do Departamento de Ambiente foi o Brasil.


 


 


Arquivado em: ,


Dados estatísticos do página web da UNAVE (fonte: Google Analytics)

 

1-

N.º de visitas Fevereiro de 2010: 4.697

N.º de visitas Fevereiro de 2009: 6.566

 

Sim, o número de visitas em Fevereiro de 2010 comparativamente com o mês de Fevereiro de 2009, foi menor.

 

2-

N.º visitas 2009: 67.387

N.º visitas 2008: 49.678

N.º visitas 2010: 38.534

 

Sim. Desde 2007 e até 2009, o número de visitas à página web da UNAVE quase que duplicou.

 

3-

Não, a página web da UNAVE é visitada por vários pessoas de outros países. O 2.º país com mais visitas registadas na página web da UNAVE é o Brasil.

 

4-

Páginas mais visitadas (entre 01/01/2010 e 08/03/2010)

1: /default.aspx; Exibições de página: 6.511; Exibições em percentagem: 17,80%
2: /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA; Exibições de página: 3.582; Exiibições em percentagem:    9,79%
3: /unave/default.aspx; Exibições de página: 2.220; Exibições em percentagem: 6,07%
4: /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA; Exibições de página: 920; Exibições em percentagem:   2,52%
5: /unave/PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA; Exibições de página: 807; Exibições em percentagem: 2,21%

 

Páginas mais visitadas (entre 01/07/2009 e 31/12/2009)

1: /default.aspx    13.922     14,95%
2: /PageText.aspx?id=8425    5.987     6,43%
3: /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA    4.293     4,61%
4: /unave/default.aspx    4.175     4,48%
5: /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA    3.252     3,49%

 

Não se verificam diferenças relevantes.

 

5-

Principais fontes de referência:

1: (direct)  ((none))    18.170     43,80%
2: google (organic)    14.495     34,94%
3: uaonline.ua.pt (referral)    1.544     3,72%
4: ua.pt (referral)    1.381     3,33%
5: www2.unave.ua.pt (referral)    763     1,84%

 

Principais palavras chave:

1: unave    4.619     30,54%

 

2: curso de coordenaçao de segurança aveiro    501     3,31%

 

3: unave ua    416     2,75%

 

4: formação aveiro    215     1,42%

 

5: formação profissional    186     1,23%

 

 

 

 




Análise da Unave - formação:

Resposta 1:

Nº de visitantes em Fevereiro de 2010: 4697

Nº de visitantes em Fevereiro de 2009: 6566

Pudemos verificar que houve uma redução cerca de 2000 visitantes.

 

 Resposta 2:

Nº de visitantes em 2009: 67387

Nº de visitantes em 2007: 38534

Nº de visitantes em 2008: 49678

Numa visão anual podemos concluir que houve um grande aumento.

 

 Resposta 3:

Quanto à origem das visitas em primeiro lugar temos Portugal, seguido do Brasil.

 

 Resposta 4:

 Top 5 páginas mais visitadas em:

 

- 1º semestre de 2009

       1.  /default.aspx

       2.  /PageText.aspx?id=8425

       3.  /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA

       4.  /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA

       5.  /PageText.aspx?id=7438

 

 

- 2ªsemestre de 2009

       1.  /default.aspx

       2.  /PageText.aspx?id=8425

       3.  /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EQCA

       4.  /unave/default.aspx

       5.  /PageText.aspx?id=7181&ref=ID0EPCA

 

 Resposta 5:

As 3 principais fontes:

   - directo

   - google

   - uaonline.ua.pt

As 5 principais palavras-chave:

   - Unave

   - facebook unave

   - unave ua

   - formação aveiro

   - formação profissional

 

Visão geral dos visitantes da Unave em 2010:

 




Análise dados Google Analytics - www.ua.pt/fis

 

1. Comparação Fev 2010 - Fev 2009

Nº de visitas Fev 2010 - 2.408

Nº de visitas Fev 2009 - 1.789

 

Comparação: + 619 visitas em Fev 2010

 

 

2. Nº de visitas últimos 3 anos

Ano 2009 -  21.819 Visitas (10.263 Visitantes )

Ano 2008 -  21.157 Visitas (10.477 Visitantes)

Ano 2007 -  24.935 Visitas (12.544 Visitantes )

 

Comparação:

Entre o anos de 2007 e 2008 existiu uma diminuição significativa de quase 4 mil visitas (3778)

De 2008 para 2009 verificou-se um aumento pouco significativo (662 visitas)

 

3. Acessos por País entre 01/01/2009 e 07/03/2010 (total de 2.579 visitas)

 

1. Portugal  - 22.987 
2. Brazil  - 2.432  
3. Spain - 200
4. Germany -  177
5. United States -  126

6. United Kingdom -  123
7. France -  107 
8. Switzerland - 78
9.  India - 78
10. Italy -  67

 

O Brasil é 2º País com mais visitas.

 

4.  Top 5 páginas

 

Páginas mais visitadas de Janeiro a Junho 2009
/fis/default.aspx 8.145     22,09%
/fis/PageProf.aspx 3.395     9,21%
/default.aspx 2.957     8,02%
/PageProf.aspx 1.196     3,24%
/fis/PageEmployee.aspx 1.097     2,98%

 

Páginas mais visitadas de Junho a Dezembro 2009

 /fis/default.aspx 7.789     23,78%
/fis/PageProf.aspx 3.157     9,64%
/default.aspx 2.167     6,61%
/fis/PageEmployee.aspx 1.040     3,17%
/PageProf.aspx 655     2,00%

 

Não há diferença significativa nas páginas mais visitadas nestes 2 periodos de tempo.

 

5. 3 principais fontes de  referência  e 5 palavras- chave (ano 2009)

 

1. google / organic
2. (direct) / (none)
3. ua.pt / referral
4.sweet.ua.pt / referral
5. climetua.fis.ua.pt / referral
6. uaonline.ua.pt / referral
7. ua-memoriaefuturo.org / referral
8. sigesta.stec.ua.pt / referral
9. bing / organic
10. www2.fis.ua.pt / referral

 

palavras-chave:

 

1.ua
2.universidade de aveiro
3. ua.pt
4. universidade aveiro
5. propriedades fisicas

6. departamento de fisica ua

7. fisica ua

8. propriedades físicas

9. horizontes da física 3

10. fisica


Arquivado em: ,


Da análise estatística do site dos SASUA, podemos tirar as seguintes conclusões:

 

- Em Fevereiro de 2009, o site teve 53.630 visitantes. Em Fevereiro de 2010, registam-se 60.862 visitas, o que significa um aumento de 14%.

 

- As visitas ao site dos SASUA têm vindo a crescer ao longo dos últimos 3 anos:
2007 – 388.020
2008 – 543.142
2009674.321

 

 

- Em relação aos países de origem dos visitantes, no ano de 2009, o site dos SASUA recebeu visitantes de 92 países / territórios. Para além de Portugal, registam-se maioritariamente visitantes do Brasil (3741) e de Espanha (1589).

 

- Os dias com mais visitas registaram-se em 9 de Março (8.474 visitas), 9 de Fevereiro (7.150), e 12 de Outubro (6391).

 

- Para além das páginas com os resultados das candidaturas a apoios sociais, a página das ementas está no Top 3 das páginas mais visitadas.

 

- Se analisarmos os dois semestres do ano lectivo 2008/09, podemos concluir que as 5 páginas mais visitadas são em ambos os semestres, as páginas relacionadas com o apoio financeiro e com a alimentação.


- As 3 principais fontes de referência são:
www.sas.ua.pt (78589)
ua.pt (754141)
www2.sas.ua.pt (20592)


- 5 Palavras-Chave:
“ua” (7311)
“sas ua” (3479)
“sas.ua.pt” (3164)
“universidade de Aveiro” (2151)
“sasua” (2121)

 




1 - Nº de visitas em Fevereiro de 2010.

Comparar com o valor de Fevereiro de 2009. Há diferença?



Total de visitas em Fevereiro de 2010 - 16.406

Total de visitas em Fevereiro de 2009 - 17.817

 

Em 2010 houve um decréscimo de 7.95% de visitantes em relação a 2009.

 

2. Nº de visitantes em 2009. Comparar com os valores de 2007 e 2008. Há diferença?

 

Total de visitas em 2009 - 201.785

Total de visitas em 2008 - 202.254

Total de visitas em 2007 - 166.875

 

O número de visitantes aumentou 20,21% de 2007 para 2008. Relativamente a 2009 houve um decréscimo de 0,23% perante 2008.

 

3. Os visitantes são todos de Portugal? Se não, qual o segundo país com maior taxa de proveniência?


Os cinco países com mais visitantes do portal - http://www.doc.ua.pt - são Portugal, Brasil, Espanha, Estados Unidos e França.  O Brasil é o segundo país com mais visitantes.

 

 

Cecília e Nuno




Com recurso ao Google analytics apresentam-se os resultados da análise de visitas ao site do Departamento de Biologia.

 

Nº de Visitas: 4319

Comparação com Fevereiro de 2009: 2,54%

 

Comparações anuais:

 

Em 2009 houve um ligeiro decréscimo em relação a 2008, mas tendo como base o ano de 2007, o crescimento em dois anos foi de 23%

 

Nº de visitantes

a) Em 2009: 50.577

b) Em 2008: 51.543

c) Em 2007: 41.097

 

Proveniência Geográfica:

 

Seguidamente pesquisamos a origem geográfica dos visitantes no ano de 2009:

 

Portugal  45.624

Brasil  2.503

Espanha  509

Reino Unido  291

Alemanha  201

França  167

EUA  126

Suíça  118

Bélgica 108

Itália 96

 

Depois há um conjunto de países com acessos esporádicos como o Irão com 8 ou o Djibouti com 1.

 

Interessante é também saber os sites que redireccionaram para bio:

 

 

 A grande maioria dos acessos em 2009 teve origem em ua.pt (64%), seguido pelo portal de notícias da UA on line com 4,47% (a verde).

Também merece nota os acessos de pesquisa.sapo.pt; serviços académicos da UA, PACO da UA.

 

Conteúdos

Os conteúdos mais procurados em bio são a página de entrada (20%), as de pessoas e professores (9% ). Merece referência  a de investigação (3%).

 




Segunda-feira, 1 de Março de 2010

A World Wide Web (www) disponibiliza, actualmente, um conjunto alargado de ferramentas de comunicação com uma característica comum: a interacção. São cada vez mais os utilizadores que se socorrem da Web para, a nível «glocal», comunicar, partilhar, conhecer e divulgar.

 

A Universidade de Aveiro, atenta a esta realidade, aposta forte na chamada Web 2.0 (também designada como Web social) e tem já presença assegurada em vários canais de difusão. Depois de ter sido a primeira universidade portuguesa a lançar um espaço próprio no mundo virtual do Second Life, a UA expandiu a criação de conteúdos dirigidos para a web social, estando agora mais próxima dos seus vários públicos.

 

Actualmente é possível encontrar informações actualizadas, em permanência, no Twitter, aceder a um conjunto alargado de (entre outros) documentos fotográficos e videográficos na plataforma integrada de serviços Web 2.0, Sapo Campus, e até acompanhar o desenvolvimento dos grandes eventos de divulgação da UA - Academia de Verão e Semana Aberta da Ciência e Tecnologia - em blogues e páginas virtuais criadas especialmente para esse efeito.

 

Espera-se que esta formação possa contribuir para o aperfeiçoamento destas novas formas de socialização, facilitando a cooperação,  a troca de experiências entre as diversas unidades que constituem a Universidade de Aveiro e, sobretudo, para a (in)formação de cidadãos activos e esclarecidos.

 

Visualizar o vídeo relativo a este exercício aqui: http://www.youtube.com/watch?v=MpIOClX1jPE

 

 

 


Arquivado em:


 

Social Media

 

Este novo conceito assenta no facto de que o conhecimento de um passar a ser o conhecimento de todos, usando para tal a internet como meio de disseminação do conhecimento.

Esta é uma definição simples de "Social Media", talvez seja mais fácil de compreender este conceito quando o vimos associado às redes sociais, tais como o FaceBook, Hi5, Twitter, Orkut, etc,etc...

Através destas redes, posso dar a conhecer ao mundo aquilo que hoje é só meu, seja uma foto uma ideia, um comentário.

Da mesma forma posso obter feedback sobre a minha foto, a minha ideia ou o meu comentário..

Posso ainda gerar um grupo de discussão e obter várias opiniões e melhorar a minha ideia. Essa ideia em conjunto com outras ideias de outros intervenientes, pode gerar uma pequena empresa que pode vir a comercializar o resultado da ideia inicial... parece estranho?

Não, é aquilo que acontece todos os dias por esse mundo fora e simplesmente porque existe partilha de conhecimento.

 

Pontos de Contacto

Posso dizer que utilizo de certa forma o "social media" pois através do meu trabalho consigo criar relações e gerar interligações entre os vários membros do I3N.

Ao actualizar o site do I3N estou a gerar informação e conhecimento que vai ser utilizado pelos membros.

 

Objectivos Pessoais

Como já disse anteriormente, uma das minhas funções é a actualizaçõa da WebPage do I3N, que neste momento não está integrada na WebPage do Dep. de Física, mas no futuro isso é uma possibilidade. Da mesma forma ao obter estes conhecimentos, serei uma mais valia dentro do Dep. de Física, pois posso, em caso de impossibilidade do Pivot, fazer as alterações necessárias à página.

  

Gonçalo Ramalho, Dep. Fisica, I3N




 


Vídeo IV - Departamento de mecanica


 


O vídeo mostra a partir de uma Excursão ao Grande Canyon mostra como deve ser organizado um album de fotos de forma a ser partilhado e comentado pelos amigos.


 


A fotos que são tiradas devem ser catalogadas por temas, como por exemplo: Grande Canyon - os animais, Grande Canyon - a vegetação, Grande Canyon - o clima.


 


Dentro dessa catalogação devem ser criados dois grupos:


- o grupo das fotos a partilhar e que devem ficar disponíveis na rede de amigos pessoais, de forma a que possam tecer comentários sobre por exemplo as 10 melhores fotos;


-  o grupo das fotos pessoais destinado só a uso particular, como um arquivo pessoal.


 


O objectivo deste vídeo foi mostrar como é importante catalogar e seleccionar apenas a informação que pretendemos que esteja disponível. A informação a disponibilizar deve ser tratada por temas de forma a ser mais fácil visualizar.





O vídeo  "The machine is us/ ing us" permite-nos visualizar a diferença entre o texto escrito no papel e o texto escrito em digital e os recursos disponiveis que podemos utilizar, desde o acesso imediato a outros conteúdos, fotografias, vídeos. Para além disso a facilidade com que podemos apagar, copiar, inserir  e pesquisar todo o tipo de conteúdos num curto espaço de tempo.

Em conclusão nós somos e usamos a máquina, sem ela a sociedade não funciona.

 

No meu dia á dia utilizo o computador, com acesso á internet. Sem eles não conseguiria trabalhar, pois a maioria dos documentos estão em digital, os contactos são feitos via e-mail.

 

O meu objectivo principal desta formação é saber utilizar devidamente a plataforma de gestão de conteúdos da UA.


Arquivado em: ,


A evolução/ revolução da informação (vídeo 3)


O vídeo fala nos da evolução, da forma como a informação era arquivada, compilada aos longo das tempos.


Desde os tempos em que os documentos eram escritos à máquina de escrever, guardados em pastas em arquivadores, passando pelos arquivos em slides.


A partir de 1995, com o aparecer do armazenamento da informação em digital, a internet permitiu compilar e partilhar grande volume de informação.


Sendo mais fácil a actualização, a alteração, o acrescentar de mais informação, a pesquisa.


Os tags, por exemplo, são uma das ferramentas que facilita ir ao encontro dos conteúdos que pretendemos.





1 - O filme "Online Photosharing" mostra como guardar as fotografias dos utilizadores na Web e quais as vantagens deste procedimento.  O procedimento para guardar as fotos na Web, consiste em transferir  as fotos da máquina digital para o computador e deste move-las para um web site de partilha online de fotografias, como o Flicke.com, Webshots.com e Photobucket.com. Para maior facilidade de pesquisa, podem-se atribuir tags (palavras-chave) às fotografias. As fotografias podem ser disponibilizadas de dois modos: Público ou Privado. No caso de se escolher o modo Público, amigos e desconhecidos podem fazer comentários às imagens e até atribuir uma classificação. Com esta escolha, fica-se mais motivado para tirar mais fotografias e para as partilhar com o mundo.

As fotografias guardadas na Web têm a vantagem de não se deteriorarem como as de papel e de não se perderem irremediavelmente por um erro de computador.

 

 

2 - Como pontos de contacto, podem-se referir a partilha de informação, a divulgação e a utilização de tags para organização de conteúdos.

 

3 - Com esta acção de formação pretendo ampliar o meu leque de conhecimentos relativos à Web e aprender a trabalhar na nova plataforma de forma optimizada.




Nos dias de hoje, as redes sociais têm um papel cada vez mais relevante  e presente na vida de todos nós. O "Networking" é uma das ferramentas que mais utilizamos para estabelecer contactos, sejam eles com a finalidade de arranjar emprego, conhecer novos amigos, relacionamentos..., etc.


São a forma mais rápida de comunicar com amigos, com os amigos dos nossos amigos e de chegar até pessoas que de outra forma, possívelmente não chegávamos a conhecer.


 


Redes como o Linkedin, Facebook e Myspace são as mais conhecidas e utilizadas actualmente.


 


No meu dia-a-dia o "networking" é essencialmente uma ferramenta de trabalho que possibilita a divulgação de informação. Confesso que não sou grande utilizadora ainda... mas espero vir a ser.


 


Os meus objectivos pessoais no final desta formação são de que consiga introduzir todo o tipo de conteúdos na plataforma de gestão de conteúdos da UA e conseguir manter actualizada e bem estrurada a página web daIncubadora de Empresas da Universidade de Aveiro (IEUA).


 


 


 


 





Análise do Vídeo

 

Foi feita a proposta de analisar um vídeo e relacioná-lo com a formação em curso sobre nova plataforma da UA.

 

O video proposto, Information R/evolution apresenta em forma de curtos flashes as ideias princiapais da web 2.o. A nova web destrói hierarquias de informação e apela a construção da informação pelos utilizadores.

 

O sucesso da wikipedia (7,5 milhões de artigos) e do you tube, sites cooperativos, terão talvez moldado este novo conceito de web.

 

Nesta nova fase da web, todos consomem informação e produzem informação, deixando  um rasto sob a forma de tags. 

 

A nova web é mais web, ou seja, REDE, network, cooperação para a informação.

 

Para quem foi formatado sob o principio da sistematização e hierarquização da informação: os itens devem ter uma arrumação lógica dentro de compartimentos estanques, será talvez estranho aceitar o parente caos que a web 2.0 propõe.

 

Tudo são hiperligações e nada mais que essas ligações e tudo está misturado, de forma que o "rasto" da informação permite que esta seja ubíqua.

 


Aplicação ao contexto UA

Aparentemente, sendo um meio universitário, haverá todas as condições para aplicação do novo conceito web.

 

No entanto, uma das características da instituição universitária portuguesa, é a antítese do que se mostrou no vídeo, ou seja, uma forte hierarquização, que se reflecte obviamente na forma como a informação é construída, organizada e utilizada. 

 

Será sem dúvida interessante avaliar a aplicação deste novo paradigma no contexto da universidade de Aveiro, mas só o facto de ua como outras aderirem ao novo modelo, mostra a vontade de caminhar neste sentido de web 2.0 .

 

 

 


O vídeo

O melhor é mesmo você assistir ao vídeo:




Era uma vez... um lugar chamado Scoopville conhecido pela grande “Big Ice Cream” que fazia gelados há vários anos. Um dia, a fábrica decidiu concentrar-se na produção de apenas alguns sabores e assim maximizar os lucros.
 
Em resposta, com a ajuda de uma nova invenção, os habitantes de Scoopville começaram a fazer o seu próprio gelado e a comercializá-lo.
Esta inovação trouxe muitos curiosos a Scoopville. No entanto, os visitantes deparavam-se sempre com o problema de terem demasiado por onde escolher e de não terem informação que os orientasse.
 
Assim, um dia, um dos habitantes colocou um quadro à porta em que os clientes poderiam comentar o gelado, fazer a sua descrição e atribuir-lhe uma pontuação.
Esta informação permitiu não só a melhoria dos gelados de cada habitante com base nas opiniões dadas pelos clientes, como também possibilitou que cada visitante soubesse exactamente onde se dirigir.
 
Ora, esta história de gelados é facilmente comparada ao actual mundo virtual e às redes sociais onde é possível cada um criar/inserir blogs, podcasts e vídeos a qualquer momento, independentemente das organizações em que estão inseridos.
 
Tendo em conta o aparecimento constante de novas tecnologias, a partilha de dados e a obtenção de feedback adquire uma importância fundamental. No final, a escolha é nossa: Qual o gelado que queremos criar?
 
No nosso caso a resposta é simples! Queremos estar actualizados, queremos inovar  e  queremos principalmente ir ao encontro dos gostos dos nossos "clientes". E agora, queremos aprender como se pode fazer tudo isto...




 

 

O vídeo n.º 5 mostra como pesquisar eficazmente na web, informação que nos interesse.

 

Perante o crescente n.º de blogs disponíveis na web, torna-se impossível procurar directamente em cada um deles pela informação que eventualmente nos interesse.

 

Assim, podemos definir uma página web pessoal, a partir da qual estabelecemos ligações com os blogs em que tenhamos interesse. Essas ligações disponibilizarão, através de RSS, as actualizações que forem sendo feitas nos blogs.

 

Como nunca investiguei nem utilizei este tipo de facilidades/ferramentas, estou a achar muito interessante.

 

Penso que podem ser úteis para tornar mais fácil algumas das tarefas diárias.

O meu objectivo, neste momento, é perceber como poderei utilizar esta facilidade nas tarefas diárias que desempenho.

 

Até já

LB

 

 


Arquivado em: ,


 

O vídeo apresentado mostra a importância e as vantagens das novas tecnologias de informação e comunicação nos processo educacionais.

 

Uma comunicação mais rápida e abrangente, difusão de conteúdos e recursos em larga escala são algumas das vantagens, tornando possível os processo de ensino e aprendizagem muito para além da sala de aulas.

 

Através de tutoriais de aprendizagem, páginas web com conteúdos educativos e informacionais, ferramentas ferramentas Web2.0 e inserção de conteúdos em plataformas de aprendizagem em ambiente e-learning, a Biblioteca da UA dá a conhecer aos seus utilizadores um vasto conjunto de recursos acessíveis em qualquer altura e em qualquer lugar.

 

Ao frequentar a acção de formação "Desenvolvimento de sites (...) conteúdos da UA", espero vir a adquirir e aprofundar conhecimentos no domínio das ferramenta comunicacionais disponibilizadas pela UA, de forma a transmitir, dar a conhecer recursos, serviços e um conjunto de informações que possam contribuir para a literacia informacional do público alvo das bibliotecas da UA.






Para quem, como nós, trabalha numa instituição de ensino superior é interessante visualizar neste video o que pensam  os estudantes actualmente e como vivem a sua própria educação. Apesar destes dados estarem contextualizados na realidade dos alunos norte americanos, é possivel verificar paralelismo com a realidade dos estudantes da Universidade de Aveiro.

 

Nele se mostra, após análise de dados dados pelos próprios estudantes online, como os jovens actualmente passam mais tempo a escrever emails, no facebook e outras redes sociais e até  mesmo comunicando ao telemovel do que passarão a ler os conteúdos ou a escrever trabalhos escolares.

 

Mais do que uma critica ao sistema de ensino, que estagnou os métodos de ensino e com os anos se tem vindo a tornar obsoleto para a maioria dos jovens que cresceram na era das novas tecnologias, poder-se-á considerar este vídeo como um alerta para que as instituições de ensino aproveitem e usem a seu favor as tecnologias, as redes sociais e todos os recursos que a web disponibiliza, e que tanto dominam os dias dos estudantes dos nossos dias, conseguindo de alguma forma motivar a participação e informar de forma eficaz através destes recursos. 

 

Pessoalmente acredito que a utlização da página da Ua será no futuro cada vez mais uma ferramenta chave de informação e contacto com todos os intervenientes do processo educacional da Universidade.

 

 


Arquivado em: ,


Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

4ª Actividade

Análise de Visitas do www...

Actividade 4 - Analisar o...

dados essua

Actividade 4 - publicar u...

Tarefa 4 - Guia_online

Google Analytics - Uatec

Actividade 4

Actividade 4 - lgomes

Actividade 4 (Google Anal...

Vídeo "The Machine is Us/...

Tag cloud de destaque aos...

Informação R/evolução

2ª Actividade - Vídeo 3

Information R/evolution

4.Online Photosharing_sn_...

Social Networking in Plai...

The machine is Us/ing Us ...

Online Photosharing

Como eu vejo as novas tec...

Poupar tempo

Social Networking in Plai...

Video 5 - Análise e Resum...

2.ª actividade de formaçã...

2ª actividade

Arquivo

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Arquivado em

académicos

acção social

acesso á informação

acessos

acessos sbidm

actividade

actividade dia 12/02/2010

actividades

actividades vídeos

alunos

amip

análise

analytics

aprendizagem; páginas web

apresentação

apresentacao

apresentação pessoal

avaliação

biologia

blog

blog conhecimento web 2.0 comunicar estu

blog portal ua formação

catalogação de imagens; informação; arma

cicua pedro prata

cicua visitantes visits statistics

comentários

comunicação

comunicação e arte

comunicação web 2.0 partilha de conteúdo

comunicar

comunicar tecnologias divulgação

cristina

dao

dep fisica

dte

educação

estatística

estatistica

estatísticas sbidm; google analytics

estatisticas; sacsjp

estatistisca

estga jacinto estima águeda

estudante

estudantes

evolucao

facebook

filipasilva

fisica

formação

formação 2ª actividade dia 8/02/2010

formação dce

formação páginas web

formação vídeo redes sociais

formação web

foto

gemac

gesp

gonçalo goncalo ramalho i3n

goncalo gonçalo ramalho social media i3n

gonçalo ramalho

google analytics moodle formação web pág

gri

guiaonline

informacao

informação

internet

jorge-santos gri

lb webpage dte

luisa

macro stic cicua pedro prata

maquina

martasilva

mestrados

n.çº

negativo

networking; redes sociais

notícias

novas tecnologias

nuno

online photosharing

página web

páginas

palavras-chave

photosharing

photosharing; partilha de fotografias;

pod cast

portal ua

redes sociais

rss ua

serviços de documentação ua

sre

ua

unave

universidade de aveiro

videos

visitantes

visitas

web 2.0 reflexão vídeo

web 2.0; novas tecnologias

todas as tags

participar

participe neste blog

blogs SAPO
subscrever feeds